top of page

Resumo Semanal, Mercado Internacional

Após um agitado período de férias que esvaziou escolas e escritórios em todo o hemisfério norte, a maioria dos setores parece estar voltando às atividades normais, que começaram a diminuir o 'prêmio de verão' que alguns especuladores financeiros usaram como estratégia de negociação nas últimas semanas e sustentaram os altos preços da gasolina e do petróleo em julho.


O exemplo mais claro dessa correção é o contrato de gasolina (RBOB), que começou a semana em 2,94 cpg e termina em 2,79 cpg, uma perda considerável para apenas cinco dias. O impacto das falhas nas refinarias e da alta demanda no verão finalmente diminuiu e está se traduzindo em perda de fôlego para o mercado de gasolina, que está se ajustando à realidade dos fundamentos mais fracos.


Essa correção geral também foi observada nos contratos de petróleo, com os preços do Brent passando de $ 86,37/barril no início da semana, para $ 83,64/barril na sexta-feira, enquanto o contrato futuro do WTI passou de $ 82,77/barril para $ 79,97/barril. Dados adicionais sobre os desafios que a economia chinesa enfrenta atualmente, embora relacionados ao setor imobiliário, fundamentam um problema estrutural relacionado à liquidez e às empresas superexpostas naquele país, que também estão sendo interpretados pelos participantes financeiros como uma força altista que de alguma forma poderia enfraquecer a demanda de petróleo no curto prazo.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page