top of page

Resumo Semanal, Mercado Internacional

Esta semana foi uma das únicas que vimos no ano em que os principais benchmarks internacionais de petróleo se comportam em uma tendência diferente, e não em paralelo. Esse desenvolvimento decorre do fato de que um dos fins de semana prolongados mais importantes desde 2019 está começando hoje nos EUA - o primeiro feriado de 4 de julho em três anos que não é cercado por preocupações com a COVID - que claramente sustentou os preços do WTI, mas não Brent.


Neste contexto, o preço do Crude WTI registou uma ligeira, mas importante subida esta semana, passando dos níveis de $69,60/barril na segunda-feira para $69,78/barril na sexta-feira. Este é um grande contraste com o preço do Brent, que sofreu uma correção negativa no mesmo período, começando a semana em $ 74,76/barril e terminando no último dia de junho em $ 72,50/barril. Essas mudanças de preço resultaram em um estreitamento significativo do diferencial de preço Brent-WTI, o que pode prejudicar as exportações físicas de petróleo para a Europa nos próximos dias, o que pode reduzir a oferta e potencialmente causar uma situação em que os preços do Brent voltem a subir.


O contrato de gasolina RBOB teve aumentos de preços nesta semana, já que os motoristas dos EUA sustentaram a demanda devido à proximidade do fim de semana prolongado. Em suma, um mercado de petróleo sem notícias fundamentais reais está buscando apoio de onde pode levá-lo.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page